Páginas

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Bolo - pamonha de forno da D. Sinha



Eu tenho (participo) de um grupo no watts, junto com outras cinco amigas, onde a conversa rola solta o dia inteiro. Calma! Antes que vocês pensem, não, nós não somos atoa para bater papo o dia inteiro, mas nós damos o nosso jeitinho. Falamos sobre tudo que dá na telha, mas os assuntos que nos envolve de verdade são a fotografia e lógico, a comiidaaaa... 


Outro dia a Rê Zanetti, me apareceu no grupo com uma foto de (comer com os olhos) um bolo de milho, pedi a receita pra ela e em seguida comprei o milho para fazer, mas ele acabou sendo cozido para comer com manteiga, daí os dias passaram, eu perdi a receita, mas pedi novamente pra ela, até que ontem eu comprei tudo de novo e até que em fim, fiz o bolo!! Delicioso, por sinal!

 Descobri depois do bolo pronto e já comido mais da metade, que a Rê, esqueceu de colocar o leite na receita, imagino que com o leite ele vá ficar mais cremosinho, mas garanto que eu não senti falta dele. O meu bolo (quer dizer, da Rê), ficou muito bom, ta aí a foto como prova (como se vocês pudessem comer a foto né?!) Ele não ficou lindo? Então, ficou delicioso também, mas depois eu quero provar ele com a receita completa. Prometo contar como foi!





Receita: Pamonha de forno da D. Sinhá - 
                     Renata Zanetti
Ingredientes:
  • 5 espigas de milho ou 2 latas de milho em conserva, sem o liquido ( eu usei espigas, não gosto de milho em conserva)
  • 1 lata de leite condensado
  • 200 ou 1 copo americano de leite ou leite de coco (esse eu não coloquei porquê a Rê esqueceu de anotar na receita, mas garanto que ficou muito bom também)
  • 3 ovos - separar as claras das gemas
  • 1 pitada de sal
  • 100 gramas de manteiga
  • 1 colher (sopa) fermento para bolo  




 Preparo:



  1. Pré aqueça o forno a 180 °C, unte a forma com manteiga e farinha e reserve! (Para untar formas de bolo, eu uso farinha de rosca, ela solta o bolo como uma luva. Bem fácil)
  2. Bata no liquidificador os ingredientes por cinco minutos (exceto as claras que devem ser batidas separadas e em neve).
  3. Misture o batido do liquidificador com as claras em neve delicadamente, fazendo movimentos envolventes de baixo para cima.
  4. Leve para assar por 40 minutos. Faça o teste do palito, se ele sair limpo é porque está pronto.
Espere o bolo esfriar (se você conseguir) e sirva com um café fresquinho.

Rê, muito obrigada pela receita. Eu adorei e já estou me preparando para o segundo.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Lunetes - Biscoitinhos recheados com geleia de morango





Sábado foi aniversário de uma amiga, e como é de costume, os presentes aqui são feitos na minha cozinha. Fiz lunettes, que são esses biscoitinhos lindos amanteigados e deliciosos, recheados com geléia de morango. 

A massa usada para esse biscoito, é a massa sablée, muito conhecida no popular como massa podre, que é a mesma usada para base de tortas. Ela é super fácil de fazer, mas é bem chatinha de manipular se o tempo estiver quente, como o daqui. 


Receita: Massa sablée - base para tortas. |  IESB-técnicas avançadas de panificação e confeitaria
             


Ingredientes:

  • 150 g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
  • 110 g de açúcar impalpável
  • 3 unidades de gema de ovo
  • 250 g farinha de trigo peneirada
  • 1 colher (chá) de extrato ou essência de baunilha
  • Uma pitada de sal
  • Raspas de um limão (Opcional - esse eu coloquei por minha conta)
  • Geleia de morangos ( usei caseira. Post em breve)  Outra receita de geleia aqui



Preparo:


  1. Bater a manteiga, o açúcar e o sal na batedeira com o batedor raquete (aqueles para massas um pouco mais pesada) até branquear.
  2. Colocar o extrato de baunilha e as gemas uma a uma e incorporar a farinha de trigo peneirada somente até que a mistura esteja homogenia. Coisa bem rápida para não desenvolver o glúten. 
  3. Coloque um plástico filme sobre a bancada, a massa sobre o plástico e outro plástico sobre a massa. Abra em forma de disco deixando com mais ou menos 3 mm de espessura. Deixe descansar na geladeira por uma hora. 
  4. Cortar a massa em formato de discos, e dividir em duas partes, uma será a base que irá receber o recheio e a outra será a tampa com um furo no centro. Se você não tiver aí um cortador, use um bico de confeitar ou uma tampa de qualquer coisa que seja de tamanho ideal para isso.
  5. Coloque os biscoitos para assar em uma forma forrada com papel manteiga, no forno com com a temperatura de 180°C por aproximadamente de 8 a 10 minutos. 
  6. Depois dos biscoitos já frios, com uma colher de chá coloque uma pequena quantidade de geleia no centro da massa. Peneire açúcar sobre as tampas (que são os biscoitos com o furo no meio) e em seguida coloque por cima do recheio.
Para complementar o meu presente, eu usei uma cestinha de vime retangular que eu já tinha em casa, forrei com dois pedaços de papel de seda de cores diferentes e amassados propositalmente, coloquei a cesta dentro de um saco plástico, aqueles que a gente usa para assar frango, sabe? Sempre compro deles para isso. Amarrei com um fita e pronto! Esse foi mais um dos presentes que eu mesma fiz. 






Smoothie de banana morango e gengibre


Todo mundo sabe que o calor aqui em Natal é coisa constante né? Eu não sei se é impressão  minha, mas esse verão ele tá de matar um pela cuca rachada de tão quente. Seis horas da manhã a impressão que se tem é que já se está beirando às nove horas. Verdade isso! E pra começar o dia, pelo menos pra mim, tem que ter no café da manhã alguma bebida bem gelada, mas sem abrir mão do meu pretinho básico depois né, claro!


Hoje nós fomos de smoothie, receita do livro "Quando Katie Cozinha" que ganhei no desafio panelinha.


Receita:


  • 2 xícaras (chá) ou 500 ml de leite
  • 1/3 de xícara ou 95g de iogurte natural (Usei caseiro, e para ver a receita é só clicar aqui)
  • 3 bananas picadas
  • 1 punhado de morangos
  • 1 pedaço de gengibre de 2 cm, descascado e ralado
  • 1 colher (sopa) mel
  • 1 punhado de cubos de gelo e um pouco mais para servir (opcional)
Preparo:

Bata tudo no liquidificador, e sirva em seguida. Aqui eu usei garrafinhas de leite de coco e canudos só para dar um charminho a mais e fazer uma graça no café da manhã também né?! Quem não gosta disso gente? fala  a verdade.

  Ultimante tenho guardado todos os potes e garrafinhas de vidro que antes iam para o lixo, e vou te contar, tenho usado tudo bastante viu. Recomendo fazer o mesmo ai na sua casa também.

Um beijo e até breve!


segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Pão integral de canela e uvas passas


Se você me ouviu falar mal da minha máquina de pão hà algumas postagens passadas, esqueça!!! Estou em uma fase de "love forever" por ela. Tenho usado muito, muito mesmo, inclusive, a máquina de pão é um dos itens mais usados na minha cozinha ultimamente. Só não faço assar o pão nela, porque de fato eu não gosto, mas prepara a massa que é uma belezura. Já fiz até massa fresca para macarrão, e não é que ficou boa?! Adorei!!!! Agora ela é minha nova aliada.

Esse pão, foi uma adaptação de um outro pão integral simples, que eu fui fazendo alguns ajustes e acrescentando outros ingredientes. Se você também gosta de fazer pão, recomendo esse, e dou uma dica, para que ele fique com uma aparência mais bonitinha e menos opaca. Faça uma calda de brilho com uma xícara (chá) de água, 1/2 xícara (chá) de açúcar, três cravinhos da índia e um pau de canela. Leve ao fogo, e deixe ferver até virar uma calda rala. Espere esfriar para passar no pão, antes de sair do forno e depois de pronto também. Use um pincel!! Eu tenho uma brocha, daquelas de pintar parede, só que pequena.


Receita pão integral de uvas passas e canela

Ingredientes:


  • 1 copo de água de 300 ml (use um copo de requeijão para medir)
  • 1 colher (sopa) de manteiga sem sal
  • 1  1/2 colher (chá) de sal
  • 2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
  • 1 colher (sopa) de mel
  • 1 1/2 colher (chá) de canela
  • 3 copos de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo branca
  • 2 1/2 colheres (chá) de fermento biológico seco para pães.
  • 1 xícara (chá) uvas passas sem sementes



 Preparo: 


  1. Se você tem a máquina de pão, coloque todos os ingredientes na ordem acima, deixando as uvas passas para depois dos ingredientes misturados, e ligue na função massa. Espere acabar o ciclo que dura em média uma hora e meia, variando de acordo com a marca da máquina. 
  2. Depois do sinal sonoro da máquina, tire a massa  e transfira para uma superfície lisa e enfarinhada, e molde no formato que desejar. Se preferir, coloque em uma forma de pão.
  3. Deixe descansar por mais uma hora e asse em forno pré-aquecido a 220°C, por 30 a 35 minutos, ou até que a superfície esteja dourada. 
  4. Passe a calda de brilho e espere esfriar, ou coma quente. Eu gosto do pão quentinho com uma manteiguinha, então nem dou tempo para que ele esfrie.


Preparando a massa na mão:

  1. Em uma vasilha, coloque a água, o açúcar mascavo e mel. Reserve!
  2. Em um bowl grande, misture as farinhas, o sal, o fermento e a canela, até que todos os ingredientes estejam bem envolvidos. Faça um buraco no meio e coloque a mistura da água com o mel e o açúcar. 
  3. Vá misturando, com cuidado, encorporando os secos com os líquidos. Misture por 10 minutos, cubra com um pano e deixe descansar por meia hora. Depois desse tempo, passe a massa para uma superfície enfarinhada e sove por mais vinte minutos, depois cubra com um pano novamente e deixe descansar por mais meia hora. 
  4. molde o pão no formato que desejar, ou coloque em uma forma de pão, cubra novamente com um pano e deixe descansar por mais uma hora, ou até que a massa tenha dobrado de tamanho. 
  5. Asse em forno pré aquecido por 30 minutos ou até que a superfície esteja dourada. Depois de assado, se quiser, passe a calda de brilho que foi citada acima.


Sirva quente, ou não! Eu gosto dele assim, com uma camadinha de manteiga e um cafezinho passado na hora.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Arroz sete grãos com shitake, para a segunda sem carne




Dezembro chegou e já tem muita gente fazendo um balanço sobre tudo que aconteceu em 2014. Acho legal isso, mas não me animo a fazer não. Apesar de que esse ano aconteceram muitas coisas boas pra mim, outras nem tão boas assim, e uma que eu não quero nem entrar em detalhes, mas que é o suficiente para eu não fazer um balanço, ou retrospectiva, seja lá o que for. A única coisa que eu queria dizer é... que seu pudesse mudar um pouco da história desse ano, seria a do final do mês de maio para começo de Junho, e nessa história, o meu irmão ainda estaria aqui, por muitos e muitos anos!! Só!!! :( 

Mas mudando o rumo da história, e dando uma ênfase na segundona, eu aderi á campanha da segunda sem carne, e hoje a postagem é coletiva, junto com a Priscila do Culinaristico, a Sara do Cozinha em cena e a Isabella do Fotografando a mesa . Eu vou mostrar pra vocês uma receita que eu amo, e faço sempre, sem mistérios e super fácil, inclusive foi tirada do verso de uma embalagem de arroz.  E a receita das meninas, vocês podem conferir nos links à baixo. 

Cozinha em cena: Espaguete com shitake
Fotografando a mesa: Muffins natalinos



Receita

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de arroz sete grãos
  • 3 xícaras (chá) de água
  • 2 dentes de alho amassado
  • 2 colheres (sopa) de cebola picada
  • 250 g de shitake seco ou fresco 
  • 3 colheres (sopa) shoyo
  • Sal - somente se for necessário
  • Cebolinha á gosto, cortada em rodelas bem finas





 Preparo:


  1. Comece hidratando o shitake (se for fresco, não precisa). Coloque água suficiente apenas para cobrir. Reserve!
  2. Coloque a água em uma panela, junto com alho e a cebola picada e assim que levantar fervura adicione o arroz. Deixe cozinhar até que esteja macio, e se houver necessidade de mais água, coloque um pouco da água em que o shitake está de molho. Eu sempre faço isso para dar mais sabor ao arroz.
  3. Depois do arroz cozido, escorra a água do shitake e adicione ele, a cebolinha e o shoyo no arroz. Misture tudo muito bem, e coloque mais um pouquinho de cebolinha por cima. Sirva em seguida com uma salada verde, ou coma simplesmente ele, que por si só já é uma delícia!!!
Bom apetite e um ótimo dezembro pra vocês!!







segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Bolo de mandioca


Todo mundo tem uma preferência por algum bolo, e geralmente, 80% das pessoas que gostam de bolo, preferem os de chocolate. Mesmo fazendo sempre, eu como um pedacinho muuuito raramente. Já falei isso aqui antes, e acho que foram quase todas outras vezes que eu postei um bolo. Exceto esse, feito de mandioca. Gosto dele com força! Sou filha de nordestinos, então lá em casa sempre tinha um tabuleiro dele a nossa disposição.

 Eu adorava! Esses dias me deu uma vontade louca de comer ele, mas eu me satisfiz, com a minha receitinha prática e gostosa de liquidificador. A receita da minha mãe, que apesar de fácil, dá um pouquinho de trabalho, eu deixei para outra ocasião, mas já decidi que será breve. Esperem só eu ter uma disposição para ralar mandioca, coco, fazer o leite do coco... Já cansei só de pensar! Espero que vocês assim como eu, se satisfaçam com essa daqui, que além de fácil é muito gostosa.

Receita

Ingredientes:
  • 4 ovos
  • 2 colheres de manteiga sem sal, amolecida
  • 200 ml de leite de coco
  • 2 xícaras (chá) de açúcar (troquei por uma caixinha de leite condensado)
  • 1 kg de mandioca cortado em cubos
  • 1 colher (sopa) de fermento para bolo
Preparo:

  1. Coloque todos os ingredientes, na ordem a cima, dentro do liquidificador e bata por quatro minutos
  2. Coloque em uma forma retangular (ou qualquer outra que você tenha em casa), untada e asse em forno pré aquecido por 35 a 40 minutos. 

Comentários Facebook

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...